Arquivo do mês: janeiro 2014

PAISAGENS POÉTICAS

Tenho acompanhado há algum tempo esse projeto mais que bacana da Renata Roman. Portanto fiquei muito feliz quando ela me convidou para abrir esta nova fase, em parceria com a Casa das Rosas. A ideia, grosso modo, é 1) que … Continuar lendo

Publicado em Não categorizado | Deixe um comentário

UM MINUTO DE SILÊNCIO

 Vi muitos shows do Golpe de Estado. Eram do caralho, tradução, na prática, daquele clássico bater de mão na veia do Catalau. It´s only rock´n´roll, but i like it, já disseram aqueles lá. Mas nada se comparava para mim – … Continuar lendo

Publicado em Não categorizado | Deixe um comentário

FEDERICO FELLINI

“É o ritual cinematográfico que é em si profundamente feminino. Esse modo de ficar juntos no escuro, numa situação quase placentária, esse jogo de sombras e luzes, essas imagens gigantes, transfiguradas. Além disso, no cinema, trata-se de projeção, não é? … Continuar lendo

Publicado em Não categorizado | Deixe um comentário

Finais tipo SOPRANOS; começos tipo BREAKING BAD

Quando comecei a trabalhar como roteirista – e lá se vão quase 10 anos – só queria saber de escrever diálogos. Como sempre preferi tchecovianamente o menor ao maior, era capaz de propor uma mudança na estrutura inteira de uma … Continuar lendo

Publicado em Não categorizado | Deixe um comentário

GRANDE OTELO por ADEMIR ASSUNÇÃO

  GO: (…) Diante do público sempre tive medo de não conseguir aquela gargalhada que eu planejei no momento de uma piada. Medo de que o público não achasse a menor graça. AA: E ISSO ACONTECEU MUITAS VEZES? GO: Acontece … Continuar lendo

Publicado em Não categorizado | Deixe um comentário

A FLOR

Penso que cultivo tensões como flores num bosque onde ninguém vai. Cada ferida – perfeita -, fecha-se numa minúscula imperceptível pétala, causando dor. Dor é uma flor como aquela, como esta, como aquela, como esta. ROBERT CREELEY [in “A um”, … Continuar lendo

Publicado em Não categorizado | Deixe um comentário

LEGENDARY HEARTS

 “Lou e eu tocamos juntos, nós nos tornamos melhores amigos e depois almas gêmeas, viajamos, escutamos e criticamos o trabalho um do outro, estudamos coisas juntos (caçar borboleta, meditar, andar de caiaque). Inventamos piadas ridículas; paramos de fumar 20 vezes; … Continuar lendo

Publicado em Não categorizado | Deixe um comentário